Funcionários denunciam ao Sindicato “cartas marcadas” em concorrência no BNB

19


O Sindicato dos Bancários do Ceará vem recebendo muitas denúncias sobre irregularidades nos processos de concorrência para o preenchimento de funções comissionadas na estrutura do BNB.


A principal queixa refere-se à falta de transparência dos processos, principalmente na fase de divulgação dos resultados finais e escolha do candidato para ocupação da função.


As reclamações deixam claro a insatisfação dos funcionários e a desconfiança de que a concorrência seja um mero procedimento para legitimar um jogo de “cartas marcadas”, dizem indignados os colegas que procuram o SEEB/CE para denunciar o problema.

O Sindicato vem há muito tempo cobrando do Banco mais transparência no processo de concorrências internas para o preenchimento de funções comissionadas. A direção da Empresa sempre alega que tudo é feito com inteira lisura, mas, segundo denúncias dos próprios colegas que participam das seleções, nega-se a fornecer informações sobre as avaliações e notas atribuídas aos candidatos não escolhidos alegando manutenção de sigilo.


O SEEB/CE não entende como se possa negar ao próprio interessado as informações sobre o seu desempenho no processo. E reafirma sua posição firme em continuar cobrando do Banco a realização de concorrências que considerem fatores objetivos e técnicos no processo e descartem qualquer elemento de subjetividade presente, por exemplo, nas entrevistas, que hoje têm enorme peso na escolha do candidato para o preenchimento da função.


O SEEB/CE lamenta o grande descrédito a que estão submetidas hoje as concorrências no BNB, levando muitos colegas até a desistirem de participar das seleções por não acreditarem que o escolhido será realmente o que terá melhores condições de ocupar a função.