FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL REALIZARÃO CONGRESSO POR VIDEOCONFERÊNCIA

19


Funcionários do Banco do Brasil realizam nos dias 10 e 12 de julho seu 31º Congresso Nacional. Será a primeira vez na história que o Congresso será realizado por videoconferência, em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus.


O Comando Nacional dos Bancários debateu longamente para adequar o calendário e redimensionar o 31º CNFBB, de maneira que fosse garantida a representatividade das entidades de todo o país e de suas delegações. “Além disso, os debates e seminários serão transmitidos ao vivo, possibilitando a participação de um maior número de bancários”, explicou o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil, João Fukunaga. O Congresso desse ano terá como lema “O Banco é do Brasil: Em defesa da Democracia, do Patrimônio Nacional e de Direitos”.


“Recentes declarações do ministro da Economia e do próprio presidente do banco e a timidez do BB em atuar no crédito neste momento de pandemia sinalizam que a intenção deles é privatizar esta instituição secular, que sempre esteve a serviço da sociedade brasileira, sempre atuando em momentos de crises para garantir a continuidade dos serviços bancários e da bancarização. Querem vender este patrimônio do Brasil a troco de bananas”, disse Fukunaga. “Por isso, é urgente a necessidade de organizarmos nossa Campanha Nacional e a defesa do banco que é do Brasil”, concluiu.


A expectativa é de reunir um total de 212 delegados, que deverá atender a paridade de gênero nas delegações em 50%. Os delegados e delegadas do Ceará foram eleitos durante o Encontro Estadual realizado no último sábado, 27/6, também por videoconferência.


CONFIRA OS EIXOS DO CONGRESSO DOS FUNCIONÁRIOS DO BB

Eixo 1: O banco é dos brasileiros! – Debate a respeito do papel desempenhado pelo Banco do Brasil e sua importância para a sociedade brasileira.

Eixo 2: “Eles não vão gostar, mas nós não vamos largar nada!”  – Debate sobre os ataques do sistema financeiro nacional neoliberal e do governo federal as empresas públicas.

Eixo 3: Precisamos de um banco para conduzir uma política em favor da sociedade? – Debate para construção de uma frente política em defesa do Banco do Brasil, seu papel nas políticas sociais, econômicas de estados, municípios e setoriais.

Plenário Final: Defender as conquistas e avançar na defesa da democracia – Em defesa do Banco que é do Brasil e da categoria Unificada.