Funcionários do BB aprovam pauta específica e mesa única

63

O Encontro Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, que aconteceu durante a programação da Conferência Nacional do Ramo Financeiro, dia 28/7, aprovou a Campanha Nacional dos Bancários unificada, com negociações simultâneas das questões específicas, cujas principais prioridades são: reconquista de direitos com aumento real de salário, implantação do PCC/PCS, isonomia, jornada de 6 horas para os comissionados, melhorias de benefícios da Previ e solução dos problemas da Cassi.

O Encontro também decidiu incluir na pauta de negociações permanentes com a direção do BB, várias questões relativas a condições de trabalho, tais como o fim do projeto de eficiência operacional, das terceirizações, do Sinergia e das metas abusivas; abono dos dias das greves anteriores; incorporação das comissões após dez anos; isonomia de benefícios para afastados por licença-saúde; reimplantação da representação dos funcionários no Conselho Diretor (Garef), entre outras. O fim do assédio moral constará da pauta de reivindicações unificada da categoria.

Cassi – O Encontro autorizou a Comissão de Empresa a negociar uma contraproposta para quitação do passivo do banco com a Caixa de Assistência, incluindo o pagamento dos 4,5% referentes à contribuição dos funcionários pós-98 e dos dependentes indiretos. Os delegados aprovaram ainda a implantação do Plano Odontológico, a criação de uma Ouvidoria na sede e outras ouvidorias nas Unidades Regionais e a implementação das propostas aprovadas no Congresso dos Funcionários do ano passado, que ainda não foram encaminhadas, por exemplo, a realização de um Encontro Nacional de Saúde e outro dos Conselhos de Usuários.

Previ – Foram incluídas entre as reivindicações específicas da campanha salarial deste ano melhorias nos planos de benefícios e a alteração do estatuto da Caixa de Previdência, para acabar com o voto de Minerva no Conselho Deliberativo e restituir ao Corpo Social a decisão final sobre mudanças estatutárias e nos regulamentos dos planos, assim como sobre os relatórios anuais. O Encontro aprovou ainda reivindicações de melhorias para os dois planos de benefícios, tais como: Plano 1 – aumento do teto de 75% para 90%; aumento do benefício; aposentadoria antecipada para as mulheres aos 45 anos, entre outros. Previ Futuro – permitir que o participante possa resgatar também a parte da contribuição do banco quando abandonar o plano; transferir ao banco a contribuição total do benefício de risco, entre outras.

Reunião – O Sindicato dos Bancários agendou para o próximo dia 19/8 (sábado) uma reunião com todos os delegados sindicais do Banco do Brasil para traçar as estratégias da Campanha Salarial 2006. A reunião deve acontecer de 9h às 12h, na sede da entidade (Rua 24 de Maio, 1289 – Centro). Durante a reunião serão debatidas a organização e mobilização dos trabalhadores do ramo financeiro e a apresentação da pesquisa nacional sobre assédio moral.