Funcionários do BB cobram retomada das negociações sobre o plano de saúde

9


Os funcionários da ativa e aposentados do Banco do Brasil cobram que a direção do banco retome as negociações para discutir a situação da Cassi (Caixa de Assistência dos Funcionários). Os participantes exigem que direção do BB retome os debates, principalmente, sobre a situação deficitária do plano de saúde.


A direção do BB se comprometeu a retomar os debates ao término da Campanha Nacional Unificada 2015, mas ainda não houve agendamento para reunião, segundo informa José Eduardo Marinho, diretor do SEEB/CE e integrante do Conselho Fiscal da Cassi, eleito pelos funcionários.


Até o final de novembro tem de ser aprovada a previsão orçamentária da Cassi para 2016.  A caixa de assistência encerrou o ano de 2014 com déficit de mais de R$ 100 milhões e deve apresentar resultado negativo novamente em 2015. Achar uma solução negociada para que a entidade supere esse momento difícil é urgente. A sugestão é aportes do banco, o fortalecimento da Estratégia Saúde da Família, entre outras medidas emergenciais já apresentadas pelos representantes dos bancários.


Os funcionários do BB são chamados a participar das mobilizações que serão organizadas pelos representantes da categoria.  Estão previstas reuniões nos locais de trabalho e um Dia de Luta em defesa da Cassi para pressionar a direção do banco. Os representantes das entidades e do Conselho de Usuários farão um encontro nacional de saúde para debater esse tema com a presença dos participantes dos Estados.