Funcionários do BNB definem pauta de reivindicações específicas

22

Durante os dias 8 e 9/8, em Parnaíba (PI), os funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) reuniram-se no XIV Congresso Nacional do funcionalismo para discutir a pauta de reivindicações a ser apresentada ao banco durante a campanha na-cional 2008. Além disso, os bancários discutiram conjuntura nacional e foram informados sobre o andamento da campanha salarial e das negociações da mesa permanente.


No dia 8/9, foi apresentado o painel “O BNB e a conjuntura econômica”, com o doutor em Economia Rural e professor da Universidade Federal do Piauí, Luiz Carlos Cruz. O professor enfatizou a importância da formação política dos dirigentes sindicais como parte fundamental do trabalho de conscientização do trabalhador. “O verdadeiro movimento sindical é aquele que busca a transformação da sociedade. Se não transformarmos a sociedade, vamos chegar à barbárie”, avaliou. Ele ressaltou ainda a necessidade de planejamento de políticas de desenvolvimento regional. “Temos que elaborar políticas de convivência com o semi-árido e não políticas contra a seca. O que falta é vontade política porque tecnologia e alternativas para isso já existem”, concluiu o professor.

Em seguida, o diretor da FETEC/NE, Ribamar Pacheco, fez os informes sobre o andamento da campanha salarial 2008 e apresentou os principais eixos definidos pelos bancários durante a 10ª Conferência Nacional, realizada em São Paulo. O coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT), Tomaz de Aquino, deu os informes das negociações da mesa permanente e apresentou as principais reivindicações que devem ser pleiteadas durante a campanha nacional (veja o quadro). “Temos que partir para a luta, para a pressão, sem temer participar dos fóruns e atividades propostos pelos sindicatos, porque só através da luta vamos conseguir as vitórias que desejamos”, convocou ele.

CONFIRA AS PRINCIPAIS REIVINDICAÇÕES DOS FUNCIONÁRIOS DO BNB


• Melhorar o sistema de ponto eletrônico;


• Volta da licença-prêmio ou implantação de um benefício equivalente a ela;


• Revisão do PCR;


• PLR justa e compatível com a que for paga pelos demais bancos federais;


• Plano de Funções e Comissões justo para todos;


• Isonomia de tratamento;


• Negociação dos passivos trabalhistas;


• Plano de Previdência Complementar para todos.