Funcionários do BNB protestam contra fechamento de agências

21


Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) em todo o País realizaram protestos na sexta-feira, dia 20/1, contra o fechamento de 19 agências, anunciado no último dia 13/1, pela direção do Banco. 


No Ceará, as manifestações iniciaram na agência Fortaleza – Santos Dumont, no prédio da Capef, quando os funcionários da unidade protestaram contra o fechamento desta e de outras três unidades no Estado: Fortaleza BNB Clube, Juazeiro do Norte – Lagoa Seca e Sobral – Domingos Olímpio. Os benebeanos protestaram ainda contra a política de concorrências e substituição de funções dentro do BNB.


Antes da manifestação, o Sindicato realizou uma reunião com os bancários que demonstraram apreensão e incerteza quanto ao processo de reestruturação. Segundo o quadro de funcionários da agência, eles apenas foram comunicados do fechamento da unidade.


“Essa falta de informação gera uma grande onda de boatos. Agora, com essa postura do governo golpista do Temer, de cortar gastos e enfraquecer as empresas públicas, temos de nos preparar para a luta e para a resistência”, alertou o coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB e diretor do Sindicato, Tomaz de Aquino.


Passaré – À tarde, houve protesto ainda na sede administrativa do Banco, no Passaré, quando o Sindicato lamentou o pequeno número de participantes na manifestação. Tomaz ressaltou que os funcionários têm de acordar para o cenário que se desenha dentro do BNB. “O anúncio do fechamento de agências é só a ponta do iceberg. Só com a mobilização e o apoio de todo o funcionalismo poderemos resistir e garantir nossos direitos. O Sindicato está fazendo o seu papel, mas temos de estar juntos, porque só assim seremos realmente fortes”, concluiu.