Funcionários do Santander aprovam pauta específica em Encontro Nacional

41

O Encontro Nacional dos Trabalhadores do Santander, realizado no dia 25/8, em São Paulo, aprovou a pauta de reivindicações específicas, entregue no último dia 29/8 para a direção do banco espanhol, visando a renovação e a melhoria do aditivo à convenção coletiva de trabalho.


O Santander é o único banco privado que, no ano passado, assinou um aditivo à convenção coletiva. As conquistas serão mantidas, como o intervalo de 15 minutos dentro da jornada de seis horas, a isenção de tarifas para funcionários e aposentados, e o direito a dois dias de licença por ano para a internação de filho menor, além dos termos de compromisso com a manutenção da Cabesp e do Banesprev. Além de buscar a volta de direitos, como a estabilidade pré-aposentadoria de 36 meses para os homens com 25 anos de banco e para as mulheres com 21 anos de banco, a licença remunerada opcional de um ano antes da aposentadoria (pijama) e o abono-assiduidade de cinco dias por ano.

Planos de Saúde – Uma das mesas do Encontro discutiu a situação da assistência à saúde dos funcionários.

Fundos de pensão – Outra mesa de debates enfocou os fundos de pensão Banesprev e Samprev. Cerca de 10 mil dos 23 mil trabalhadores do Santander não têm plano de previdência complementar.