Funcionários são vítimas de doenças ocupacionais

45

O Sindicato dos Bancários do Ceará tem feito um acompanhamento sistemático dos casos de saúde dos bancários que têm se afastado do local de trabalho por motivo de adoecimento pelo exercício da profissão. Na quinta-feira, dia 24/1, estiveram em Recife, os representantes do SEEB/CE, Ribamar Pacheco, membro da COE-Itaú e Eugênio Silva, secretário de Saúde, que se reuniram com os representantes do banco Itaú da área de Recursos Humanos no Nordeste, Edílson Gonçalves e Valquir Gonele. O objetivo da reunião foi debater e tirar encaminhamentos para o caso de saúde em que se encontra a funcionária Vera Lúcia de Sousa, lotada na agência 1338, na Aldeota, que tem vinte anos de banco e há dois está afastada do local de trabalho por motivo de doença ocupacional. A referida funcionária foi de forma negligente liberada pelo INSS a voltar para o trabalho sem ter a mínima condição para exercer suas funções.


O Sindicato impetrou um mandato judicial tentando reverter esta excrescência cometida pelo INSS e reivindicou junto ao banco uma atenção especial para analisar e definir a situação de saúde em que se encontra a funcionária.


Na ocasião, os representantes do banco assumiram o compromisso de fazer frente às instâncias administrativas do banco na busca de solucionar esta questão. Participou também da reunião, o secretário de saúde da FETEC/NE, Welington Trindade.