Gerente do Banco do Brasil de Barro/CE descomissiona Gerente de Relacionamento

15

O Sindicato dos Bancários do Ceará repudia a arbitrariedade cometida pelo Gerente do Banco do Brasil do município de Barro, interior do Ceará, Sr. Ivanilson Antonio dos Santos, que disse “dei chance por seis meses ao Farias para ele se recuperar” e descumprindo o Acordo Coletivo de Trabalho 2011/2012, descomissionou o gerente de Relacionamento daquela agência, Joaquim Leitão Farias Cavalcante. O Sindicato exige o imediato retorno da Comissão do bancário.


A cláusula 42 do Acordo Coletivo de Trabalho, em vigor do Banco do Brasil, que limita os descomissionamentos, foi uma importante conquista da Campanha Nacional dos Bancários na Campanha de 2010 e fruto da forte greve geral da categoria e da participação dos funcionários comissionados do BB. O objetivo da cláusula sobre a trava contra descomissionamento, que virou conquista após duas greves (2010 e 2011), é o de dificultar a perda de função dos funcionários por motivos fúteis e sem justificativas plausíveis por parte do BB e de seus gestores.


“O movimento sindical entende que nenhum trabalhador pode perder sua função e ter redução em sua remuneração. O banco, porém, através de uma gestão voltada somente ao mercado e baseada na violência organizacional e nas metas abusivas, continua descomissionando profissionais sem nenhum critério profissional”, criticou José Eduardo, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará.