Gerente vira refém em assalto ao Banco do Brasil no interior do Ceará

26

Uma quadrilha assaltou na segunda-feira, dia 16/4, o posto de atendimento avançado do Banco do Brasil, localizado no centro do município cearense de Monsenhor Tabosa, na região dos Inhamuns. Já são 49 ataques a bancos registrados no Ceará, em 2012, entre assaltos, tentativas, sequestros, arrombamentos, ataques a caixas eletrônicos e carros fortes.


Armados com pistolas e uma escopeta, os cinco criminosos não encontraram dificuldades para levar todo o dinheiro que estava no cofre da agência, pois o dispositivo já estava aberto. A Polícia acredita que o grupo contou com informações privilegiadas sobre o funcionamento do banco e desta vez não explodiram a agência.


Na fuga, o gerente do banco foi feito refém e seu carro também foi levado pelo bando. O funcionário foi liberado a dois quilômetros do centro da cidade. Já o seu carro foi deixado em uma estrada carroçável, na zona rural do município.


Segundo informações do destacamento da Polícia Militar de Monsenhor Tabosa, o assalto ocorreu por volta de 13h30, no momento em que funcionários realizavam a movimentação financeira da agência e aguardavam a chegada do carro-forte. Foi quando os cinco homens encapuzados chegaram ao banco, em dois carros de passeio, tomados de assalto na CE-265, no trecho conhecido como Ladeira dos Macacos, que dá acesso à cidade.


Ainda de acordo com a Polícia, os dois vigilantes da agência tiveram os coletes e armas roubados, após serem rendidos juntamente com os funcionários. Como o horário de atendimento se encerra às 11h, não havia clientes no local. Durante a ação, que levou cerca de 10 minutos, um dos criminosos disparou acidentalmente no próprio pé.


Policiais do Batalhão de Choque, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e uma aeronave do Ciopaer promoveram buscas pelos criminosos em municípios vizinhos, mas ninguém foi preso.