Greve continua forte em todo o Nordeste

15

A Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT), ao tomar conhecimento da proposta apresentada pela direção do Banco manifestou-se contrária à sua aceitação e orientou a todos os sindicatos com o BNB na base a continuarem na greve até que outra proposta seja apresentada.


A orientação da CNFBNB foi seguida pela assembleia no Ceará que deliberou pela continuidade da paralisação por tempo indeterminado também no BB e CEF.

CONFIRA A PROPOSTA DO BNB

FÉRIAS – permitir o fracionamento para os funcionários de 50 anos acima

UNIFICAR as ausências abonadas e folgas.

BOLSA EDUCAÇÃO – Congelado há dois anos – reajuste pelos índices (2008-2009). Passa de R$ 332,15 para R$ 380,77.

DIÁRIA – Revisão do valor com ajustes. Implantação a partir de janeiro de 2010.

FUNDO ESPECIAL DE CUSTEIO À SAUDE – Retirar para a mesa permanente. Montar grupo para trabalhar uma proposta com formação de fundo e alimentação futura.

CONVERSÃO DA FUNÇÃO DE GNS-PRONAF em gerente de negócios a partir de 1º de setembro.

LICENÇA-PRÊMIO – A diretoria do BNB se compromete a negociar com os órgãos controladores a extensão para todos os que tinham direito adquirido em janeiro de 97.

PROPOSTA DE AJUSTE PCR – A diretoria se compromete a buscar junto aos órgãos controladores, considerando negociação em andamento com as entidades, autorização para aplicação do percentual de 3% na tabela de cargos a partir de 1º de outubro, com a retomada da avaliação da proposta de revisão a partir de 1º de novembro, com conclusão em junho de 2010;

FALTAS DA GREVE – Compensação até 15/12: cada hora de trabalho compensada equivale a uma hora e meia.


O BNB seguirá Fenaban nas demais cláusulas, reajuste beneficios e PLR, dentro das limitações impostas pela Lei 10.101 e resolução nº 10 do DEST.