Greve Geral dia 30/6 para enterrar reformas e garantir Diretas Já!

10


“A luta dá resultado, pode demorar um pouco, mas dá resultado, sempre deu. Fizemos a maior Greve Geral da história e não era possível que não desse resultado nenhum.  Nosso trabalho está certo porque estamos indo aos municípios dizer que quem votar a favor (das reformas) não vai se eleger. Não adianta querer morrer abraçado com o Temer, porque ele tem prazo de validade. Deputado e senador que quiser se eleger precisa do voto do povo e o povo não vai votar em que acabou com o trabalho dele, com a carteira assinada dele, com as férias e com a aposentadoria”, com essas palavras o presidente da CUT Nacional, Vagner Freitas, convoca a classe trabalhadora a ir para a rua no próximo dia 30 de junho numa grande Greve Geral.


Essa paralisação promete ser mais forte do que foi a do dia 28 de abril. Prova disso foi o Esquenta do Dia Nacional de Mobilização, dia 20/6, como parte do Junho de Lutas, com a vitória da Oposição ao governo golpista, que derrotou por 10 a 9 da proposta da Reforma Trabalhista (PLC 38/2017) na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.


Diante do revés sofrido pela base do ilegítimo Michel Temer, as lideranças do movimento sindical têm certeza que o resultado é fruto da mobilização da classe trabalhadora. Portanto, todos à Greve Geral dia 30, por Nenhum Direito a Menos!


Bancários deliberam pelo estado de greve e marcam nova assembleia dia 27/6


Reunidos em assembleia na sede do Sindicato dos Bancários do Ceará, no dia 22/6, os bancários e financiários aprovaram indicativo de Greve Geral no próximo dia 30 de junho e definiram pelo estado de greve. Uma nova assembleia da categoria foi marcada para o dia 27/6, às 19h, na sede do SEEB/CE. A greve foi convocada pelas Centrais Sindicais contra as reformas da Previdência Social e trabalhista.