GT da ação de equiparação encerra fase de enquadramento das funções

33

No último dia 7/7, em reunião realizada no Passaré, o grupo de trabalho paritário sobre a ação de equiparação das comissões dos funcionários do BNB às do BB realizou mais uma reunião.


Na ocasião, o grupo chegou a um acordo final sobre o enquadramento das funções restando poucos casos indefinidos. Entretanto, isso não será impedimento para a fase seguinte: a fase de cálculos.


Durante a reunião, o Banco apresentou uma proposta da base de cálculo que está sendo analisada pelo Sindicato cujo parecer será apresentado na próxima reunião do grupo, que deve acontecer ainda este mês. O Sindicato está analisando quais seriam as verbas remuneratórias que entrariam na composição das funções do BNB às do BB.


Havendo consenso quanto à proposta da base de cálculo e seus critérios de elaboração, o objetivo principal da próxima reunião será iniciar o processo de apuração das diferenças das comissões do BNB às do BB. O Sindicato vai acompanhar todo o processo de cálculo para que, se forem encontradas quaisquer divergências, elas já sejam negociadas com o Banco para não retardar o processo.

A AÇÃO – Atualmente, a ação de equiparação, que já tramita há cerca de 20 anos, está em fase de execução na Justiça do Trabalho. Com o objetivo de dar mais celeridade ao processo, Banco e Sindicato resolveram instalar um grupo de trabalho técnico paritário que já funciona há cerca de três meses. “As tratativas da ação tiveram um encaminhamento bem acelerado e as negociações estão transcorrendo de acordo com o esperado. Esse bom andamento dos trabalhos do GT nos aponta perspectivas positivas para um desfecho o mais rápido possível”, afirmou o coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT) e diretor do SEEB/CE, Tomaz de Aquino.