ICC LANÇA CAMPANHA UNIFICADA PELA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA E PRÓSTATA

87


Em alusão às campanhas de conscientização acerca do câncer de mama e de próstata, o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) lança a campanha unificada Outubro Rosa e Novembro Azul: juntos por mais saúde. O Sindicato dos Bancários do Ceará apoia essa iniciativa.


95% DE CHANCE DE CURA – Esse é o índice de sucesso do tratamento do câncer de mama, caso o tumor seja detectado precocemente. Para impulsionar esse sucesso clínico, o ICC reforça que a chave da alta chance de cura é o diagnóstico precoce e o atendimento integral, que articule os saberes médico e multiprofissional.


Apesar do êxito relacionado ao tratamento, os dados alarmantes de incidência do câncer de mama refletem a necessidade de conscientizar a população acerca dos fatores de risco para o desenvolvimento do tumor. No Brasil, 59.700 casos foram registrados nesse ano. Só no Ceará, foram 2.200 pessoas afetadas, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Com relação à próstata, o tumor deste órgão é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma, com 68.220 casos registrados em 2018.


JUNTOS POR MAIS SAÚDE – Será realizada uma manhã de atividades no anfiteatro do Parque do Cocó, no dia 21/10. A 3° edição do “Cocó Rosa e Azul: juntos por mais saúde” reunirá atividades educativas acerca do tema. O evento é aberto ao público. Na programação do encontro, um bate-papo esclarecerá as dúvidas mais comuns, conversando sobre mitos e verdades. Ainda no evento, um jogo da saúde será realizado para engajar os participantes da ação.


Campanha Outubro Rosa 2018: Já fez sua prevenção esse ano?

A Campanha Outubro Rosa começou na década de 90 e se espalhou por vários países do mundo com o objetivo de alertar as mulheres para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce para detectar o câncer de mama, com tempo para o tratamento e cura da doença. É esse alerta que nós queremos fazer aqui a todas as companheiras bancárias. Chamar a atenção para a necessidade de realizar o autoexame e lembrar de fazer a prevenção, que é a melhor forma de combater o câncer de mama. A nossa luta também é para alertar a sociedade e as instituições governamentais para a necessidade de políticas públicas que garantam às mulheres atendimento e assistência médica adequados, prevenção, diagnóstico e tratamento de qualidade.
Rita Ferreira, diretora de Igualdade e Diversidade do SEEB/CE