Idec dá dicas ao motorista para a compra de carros usados

17

Comprar carros usados pode ser uma forma de economizar dinheiro, mas, muitas vezes, a transação acaba sendo um motivo de chateação para o comprador. Para evitar transtornos, o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) dá algumas dicas sobre os cuidados que devem ser tomados na hora de adquirir um veículo de segunda mão.


No momento da escolha, a atenção do motorista é fundamental para não deixar passar nenhum detalhe, evitando levar para casa um carro em mau estado de conservação ou mesmo roubado. Antes de realizar o pagamento, é fundamental que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) seja consultado para verificar informações sobre documentação, multas e restrições gerais. O ideal é que o carro passe por uma vistoria do órgão antes da transação ser efetivada.


Para os assuntos mais técnicos do funcionamento do veículo, a dica do Idec é pedir ajuda de um mecânico de confiança. Além dos cuidados com a documentação, é preciso verificar os preços de mercado para certificar-se de não estar pagando a mais pelo automóvel.


Mas, se mesmo tendo todos esses cuidados o motorista ainda se sentir prejudicado com a compra, o Código de Defesa do Consumidor assegura que, nas compras efetuadas em estabelecimentos comerciais, há um prazo de 90 dias para reclamações. No entanto, as compras feitas diretamente a donos de veículos não estão previstas no Código. Mesmo assim, o comprador é amparado pelo Código Civil.