Índice de ataques a bancos aumenta em 2013

11


O Sindicato dos Bancários do Ceará contabilizou em janeiro e fevereiro de 2013 um total de 18 ataques a bancos. O número é maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando se registraram 12 ataques. Na contagem mês a mês, foram nove ataques em janeiro de 2013 contra oito em 2012, enquanto que em fevereiro deste ano foram realizados nove ataques contra quatro no ano passado.


No dia 4/2, dois homens armados levaram um malote com R$ 53 mil de uma mulher no município de Quixeramobim. Ela foi abordada em frente ao Banco do Brasil. O dinheiro pertencia à loja que a vítima trabalha. Já no dia 6/2, um grupo armado tentou arrombar a agência do BB de Acaraú, durante a madrugada. Segundo a Polícia, viaturas do Ronda do Quarteirão conseguiram chegar ao local antes da ação e dispersaram o grupo.


No dia 9/2, o alvo foi o prédio da Prefeitura de Fortaleza, quando uma quadrilha rendeu os guardas municipais que faziam a vigilância e arrombaram um caixa eletrônico do BB. Para violar o caixa, o bando usou um maçarico. Além de se apoderar de todo o dinheiro que havia no equipamento, os assaltantes também roubaram fardamentos dos guardas.


Em 14/2, dois homens roubaram R$ 15.000,00 em dinheiro e um cheque de R$ 500,00 em mais uma “saidinha bancária” no município de Iguatu. Segundo a Polícia Militar, a vítima foi um mototaxista que levava o dinheiro para o proprietário. Os assaltantes abordaram a vítima momentos depois que ela saiu de um banco. Já em 15/2, o programa Barra Pesada noticiou o arrombamento de um caixa eletrônico do Santander no Meireles, em Fortaleza.


No dia 18/2, uma tentativa de assalto à agência do BB em Monsenhor Tabosa terminou em tiroteio. A ação ocorreu por volta das 2h da madrugada. De acordo com a Polícia Militar, cinco homens chegaram em um carro, quebraram a porta da agência e colocaram explosivos no cofre. A polícia chegou ao local e trocou tiros com os bandidos. Durante a ação, o grupo fez dois reféns – um deles foi baleado na perna – e os liberaram na fuga. Surpreendidos na hora do crime, os assaltantes deixaram os explosivos na agência e não levaram nenhuma quantia.


Uma saidinha bancária no dia 25/2 foi realizada por dois indivíduos armados em uma motocicleta próximo ao Mercado São Sebastião, no Centro de Fortaleza. De acordo com informações da Polícia, a vítima havia sacado o valor de R$ 10.000 e, ao sair de uma agência do Bradesco, foi abordada pelos assaltantes.


No último dia do mês, 28/2, dois ataques. Em um, o tesoureiro do BB  de Itaitinga foi mantido refém por cinco homens durante toda a manhã quando chegava em casa junto com os dois filhos e a esposa. Uma parte do grupo ficou com a família do funcionário, enquanto a outra acompanhou o bancário até a agência para pegar dinheiro do cofre e dos caixas eletrônicos. Em seguida, todos os reféns foram liberados. Já há no final da noite, em Fortaleza, um grupo invadiu a sede da AMC na tentativa de violar os caixas eletrônicos do local. Os bandidos fizeram reféns e só os liberaram após três horas, já de madrugada.