INSS antecipa pagamento a 8,5 milhões de segurados

54

O ministro da Previdência Social, Luiz Marinho, assinou acordo com os bancos e garantiu um ano de isenção de tarifas pelo pagamento da folha de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O acordo com os 23 bancos pagadores representa uma economia anual de R$ 250 milhões só em tarifas bancárias.


E para melhorar o atendimento, será antecipado em 5 dias úteis o pagamento de 8,5 milhões de pessoas que recebem até um salário mínimo.

Antecipação de pagamento – A partir de 20 dezembro, o pagamento dos beneficiários será feito em dez dias, dos últimos cinco dias úteis de cada mês até os cinco primeiros dias úteis do mês seguinte. “A antecipação é boa para os aposentados que recebem antes e para os bancos, que têm o movimento reduzido,” explica Marinho.


Para evitar acúmulo de pessoas nos bancos em dias de expediente reduzido, como a véspera do Natal (24 de dezembro) e a quarta-feira de Cinzas, serão considerados dias úteis apenas aqueles em que o expediente bancário seja realizado com horário normal de atendimento.


Os beneficiários serão divididos em dois grupos: os que ganham até um salário mínimo terão o pagamento escalonado em dez dias úteis – metade terá o pagamento antecipado para os 5 últimos dias úteis de cada mês e a outra metade continuará recebendo na mesma data. Para os que ganham acima do piso nacional, não haverá mudanças, eles continuam a receber nos cinco primeiros dias de cada mês.


Os benefícios até 1 salário mínimo com final 1 serão pagos no dia 20 de dezembro, com final 2 no dia 21. Já os benefícios com final 3 serão pagos no dia 26, os de final 4 no dia 27 e os de final 5 no dia 28 de dezembro. Os benefícios restantes continuarão a ser pagos nos cinco primeiros dias úteis.


Os segurados que ganham mais de 1 salário, independente do número final do benefício, continuarão recebendo nos 5 primeiros dias úteis de cada mês. O mesmo ocorre com os beneficiários que recebem até 1 salário e têm benefício de final 6 a 0.