Instalado GT de Saúde e Condições de Trabalho

7


Em reunião na terça-feira (24/5), entre o banco Itaú e a COE Itaú, foi instalado oficialmente o GT (Grupo de Trabalho) de Saúde e Condições de Trabalho. Na ocasião, os representantes dos trabalhadores e do banco formalizaram um calendário periódico de reuniões quinzenais.


Entre os itens de pauta, foram discutidos saúde e condições de trabalho, além da implementação da cláusula 57. “É um grande avanço nos reunirmos com o banco quinzenalmente para discutirmos sobre a saúde do trabalhador e suas condições de trabalho. Pois, temos vários pontos para debater nos próximos encontros”, explicou Jair Alves.


Para Ribamar Pacheco, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará e representante do Nordeste na COE Itaú, a instalação oficial do GT de Saúde do Itaú, com as reuniões num curto espaço de tempo, demonstra o quanto é importante e complexa a pauta. “Nós temos urgência de melhorar o ambiente de trabalho nas agências do banco, pensando na prevenção para evitar que menos bancários adoeçam. Por isso é tão importante atentar para as condições de trabalho nas unidades, destacando também a necessidade de urgente de mais contratações”, afirmou. “Vamos aproveitar a criação desse grupo de trabalho para pressionar o banco por um tratamento melhor ao seu corpo funcional, pois o Itaú é um dos líderes do ranking de adoecimento de bancários no sistema financeiro”, completa.


Além das discussões sobre a cláusula 57, os representantes dos trabalhadores vão elencar ponto a ponto sobre as questões que interferem na saúde do trabalhador, com a finalidade de melhorar o seu local de trabalho. A próxima reunião será dia 9 de junho, às 14h30, na sede da Contraf-CUT, em São Paulo.