Intervenção da Contraf-CUT e sindicatos motiva reunião sobre a PLR com o governo

6


A Contraf-CUT e os sindicatos com BNB na sua base de atuação estiveram representados pela coordenação da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB em reunião realizada na segunda-feira, 5/5, em Brasília, para cobrar do Governo Federal o pagamento da PLR atrasada dos funcionários do Banco.


A reunião teve a participação do coordenador do DEST e dos presidentes da Contraf-CUT e da Fetrafi/NE, além de representantes de sindicatos e foi articulada após esgotarem-se as tentativas de resolução do problema, a nível de Diretoria do Banco. Em negociação ocorrida dia 28/4, por exemplo, o presidente interino do BNB, Nelson Antônio de Souza, reconheceu a dificuldade em obter a aprovação do pagamento da PLR pelo Governo.


O coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB e diretor do SEEB/CE, Tomaz de Aquino, ressaltou a importância das mobilizações feitas na última sexta-feira, 2/5, para solucionar a questão da PLR e o cumprimento do acordo coletivo.


Tomando como base o lucro apresentado no balanço do BNB em 2013, muitos funcionários teriam de devolver parte do valor recebido como 1ª parcela da PLR. Diante disso, após pressão dos sindicatos, a direção do BNB apresentou uma proposta: com a reversão de provisões realizadas a maior em 2012, a segunda parcela da PLR de 2013 seria quitada pela diferença não paga relativa ao exercício anterior.