Itaú/Unibanco completa 1 ano com redução de 6.062 empregos

16

A fusão entre Itaú e Unibanco anunciada há um ano, em 3/11/2008, teve a confirmação da redução de 6.062 mil trabalhadores, para 102.754, conforme mostra o balanço do banco do terceiro trimestre. Segundo o diretor-executivo de Controladoria do banco, Silvio de Carvalho, a diminuição foi decorrente do processo de fusão, mas ele nega que tenham havido demissões.


Além disso, foi informada que a fusão está bastante acelerada e deve ser finalizada no final de 2010 ou, no mais tardar, no primeiro trimestre de 2011, conforme afirmou o diretor do banco em teleconferência com jornalistas.


A previsão da instituição é de que, em 2010, cerca de 150 agências do Unibanco sejam convertidas a cada mês em agências Itaú Unibanco, sob a marca Itaú – que vai prevalecer no segmento de varejo do banco. Ao todo, cerca de mil postos passarão pela conversão, o que significa que o processo deverá ser concluído até o fim do ano que vem, afirmou Carvalho.


O executivo não divulgou qual será o custo da operação, afirmando que há agências de vários tamanhos e que, portanto, o cálculo não seria possível. A meta do Itaú Unibanco é abrir mais agências no próximo ano.


O diretor do banco afirmou que, enquanto a necessidade de funcionários diminui com a otimização das operações dos dois bancos, o plano de abrir mais agências compensa esse movimento, ao menos em parte. Além disso, segundo ele, a instituição está tentando realocar os funcionários em outros setores.