Justiça manda BNB se pronunciar sobre Ação de Equiparação

18


A terceira Vara da Justiça do Trabalho de Fortaleza determinou que a direção do Banco do Nordeste do Brasil S.A (BNB) pronuncie-se sobre os cálculos apresentados pelo Sindicato dos Bancários do Ceará em favor de beneficiários da Ação de Equiparação das funções comissionadas do BNB às do Banco do Brasil.


O despacho do juiz Mauro Helvas foi enviado ao BNB no último dia 21 de maio e contempla colegas que têm prioridade legal.


No despacho o juiz fixa o prazo de 60 dias para a direção do BNB dizer se concorda com os valores apresentados pelo Sindicato ou apresentar valores que reconheça como devidos.


A Ação de Equiparação BNB/BB prossegue tramitando na Justiça do Trabalho em benefício de mais de 200 benebeanos, aí inclusos os colegas que não aderiram ao acordo proposto pelo Banco e homologado pela Justiça em meados de 2016.


Inclui também colegas que não figuravam na lista inicial de beneficiários, mas foram inseridos por sentença judicial.


“Com esse primeiro despacho da Justiça do Trabalho favorável aos trabalhadores, vamos continuar atentos e diligentes, no sentido de acelerar o andamento dos demais grupos rumo à vitória de todos”
Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato e coordenador da CNFBNB