Lançado em Fortaleza programa de eqüidade de gênero

49

O Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), no dia 12/8, assinou termo de adesão com o Governo Federal, ao Programa Pró-Eqüidade de Gênero, voltado para o desenvolvimento de novas concepções na gestão de pessoas e na cultura organizacional para alcançar a igualdade entre homens e mulheres no mundo do trabalho. As diretoras do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carmen Araújo e Carmem Grego estiveram presentes à solenidade como convidadas.


O programa é coordenado pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República e conta com o apoio do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O objetivo principal da ação é contribuir para a eliminação de todas as formas de discriminação no acesso, remuneração, ascensão e permanência no emprego, conscientizar e sensibilizar empregadores e estimular as práticas de gestão que promovam igualdade de oportunidades dentro das empresas.


Na avaliação de Carmen Araújo, o programa vem em boa hora e pode contribuir para reduzir a desigualdade nessa área. Segundo ela, há muito preconceito contra as mulheres dentro do ambiente de trabalho, seja em relação a salário e ao poder de decisão em relação aos homens. “Para haver justiça é preciso igualdade de oportunidades”, concluiu.