Livro imagina confronto entre dois mitos populares: Lampião e Dom Quixote

35

O pernambucano Virgulino Ferreira, mais conhecido como Lampião, viveu entre o final do século XIX e o começo do século XX pelo Nordeste brasileiro para ficar conhecido como o mais mítico cangaceiro da história nacional. Já o espanhol Dom Quixote nasceu da mente fértil e genial de Miguel de Cervantes em 1605, e hoje o romance que lhe traz como personagem principal é tido como uma das maiores obras da literatura mundial. Mesmo de origens absolutamente distintas, esses dois personagens são o foco do livro do jornalista e escritor cearense Francisco Cunha, “O Duelo de Lampião e Dom Quixote”.


Lançada em julho deste ano, a obra é descrita pelo autor como um cordel em prosa de 110 páginas que visa, principalmente, “relacionar a nossa cultura com a cultura clássica para, principalmente, valorizá-la”. Jornalista do ambiente de comunicação social do Banco do Nordeste do Brasil, Francisco Cunha explica que a publicação do livro faz parte do Programa Cultura da Gente, voltado a funcionários e aposentados do banco.


A obra possui como uma de suas características mais marcantes a mistura de realidade e ficção. O autor confere traços literários aos fatos históricos vividos por Lampião, desde a morte de seu pai, que deu início à saga vingativa do cangaceiro; passando pelo seu envolvimento na luta contra a Coluna Prestes; até chegar ao episódio de sua morte, em Alagoas, em 27 de julho de 1937. Já com Dom Quixote acontece exatamente o contrário: o autor insere traços reais no personagem fictício, dando-lhe vida.


Segundo Francisco Cunha, a inspiração para o livro veio do movimento armorial, fundado por Ariano Suassuna, que tem como principal objetivo criar uma arte erudita a partir de elementos da cultura popular. Mas além de uma linguagem que Cunha denomina de “burlesca”, “O Duelo de Lampião e Dom Quixote” conta com ilustrações de traços inspirados de Vlamir de Sousa, as quais narram a trajetória do cangaceiro mais temido do sertão, até o dia em que o cavaleiro andante chega para desafiá-lo.

O Duelo de Lampião e Dom Quixote
Autor: Francisco Cunha

Editora: Programa Cultura da Gente

Páginas: 110

Valor por exemplar: R$ 20,00 (Centro Cultural Oboé e Livraria Livro Técnico); R$ 15,00 [pelo telefone (85) 3299 3218]