Lucratividade garante pagamento integral da PLR

66

O lucro líquido do Bradesco ultrapassou os R$ 5 bilhões no 1º semestre, superando em 24% a lucratividade do mesmo período do ano passado. O lucro líquido ajustado é de R$ 4,7 bilhões, com amortização do 1° semestre. O presidente do banco, Márcio Cypriano, destacou que 67% do ganho veio da atividade bancária e 33% com venda de seguros.

Com isso, o quadro funcional do Bradesco espera uma maior retribuição e reconhecimento por parte da empresa na valorização de seus serviços. A lucratividade superior em 24% a mais que no mesmo período ano passado garante o pagamento integral da PLR.

Para dar encaminhamentos que venham beneficiar os funcionários, a Contraf-CUT e a direção do banco retomam no próximo dia 23/11 o processo de negociação permanente.

Durante a negociação serão discutidos os temas: isonomia entre funcionários dos bancos incorporados, melhoria nas condições de trabalho, fim do assédio moral e democratização e transparência do plano de saúde.

O diretor do Sindicato dos Bancários, Telmo Nunes, afirma que a representação dos funcionários vai buscar o máximo possível a conquista desses pontos, que são reivindicações históricas do funcionalismo. “Vamos procurar resolver as questões na base da negociação, mas é necessário que fiquemos atentos, pois caso não haja avanço teremos que fazer mobilização no sentido de pressionar a direção da empresa”, finalizou.