Lula imbatível

70

Por incrível que pareça, Lula e seu governo estão mais fortes do que nunca, apesar de toda a crise política. Nunca antes na história contemporânea deste País um presidente, seu partido e seu governo foram alvos de tantas denúncias, investigações e execrações públicas. Lula e seu governo mantiveram-se firmes e seguros, apesar de cambaleantes em alguns momentos. Foram alvos de todo tipo de “maldição” na mídia, mas assim como um grande boxeador assimilaram os duros golpes e depois se reabilitaram. Fizeram todo tipo de conjectura no sentido de derrubá-lo, porém não foram capazes.

Lula é um retirante nordestino, oriundo do proletariado e com vocação para as causas trabalhadoras desde seu engajamento no sindicalismo nos anos 70 e 80. Foi criador e mentor de instituições que deram animação e voz à classe trabalhadora, a CUT e o PT. Engajou-se na política partidária e passou a escrever a sua vida e a sua história em todo o território nacional como candidato a presidente da república, na América Latina como líder e em todo o mundo como um mito. Apesar das retaliações que vem sofrendo, consegue, com sabedoria, driblar a crise e ir lidando com as contradições e aglutinando forças na luta incessante para conquista do seu ideal maior que é ver um país mais justo, menos desigual, com melhor distribuição de renda e, sobretudo, com instituições mais sérias e democráticas.

A oposição pensava em enfraquecê-lo derrubando os homens fortes de seu governo. Ledo engano. A pilastra mãe, sustentadora e soerguedora de todas as outras chama-se Luis Inácio da Lula Silva. Ele é homem sério, tem apelo popular e passa credibilidade para a população. Tem responsabilidade na condução da causa pública e da vida de milhões de brasileiros. Não rompeu com os contratos nacionais e internacionais, adquiriu credibilidade internacional favorecendo o cenário macroeconômico que aí está, inacreditavelmente, vislumbrador.

Toda nação, antes de precisar de gestores eficientes, a que é indispensável, precisa de líderes com a capacidade de somar esforços, quebrar indiferenças, não potencializar conflitos menores, defender os interesses dos mais necessitados e principalmente fazer interlocução entre os detentores do capital e o proletariado. Vejo no Lula estas qualidades de liderança e um dos poucos homens públicos no País capaz de executar estas ações.

Aí está ele, mais forte do que nunca. Imagino que de agora em diante não há quem o derrube mais. Quanto mais lhe são tiradas forças de apoio, mais ele tem a capacidade de aglutinar e coordenar outras forças advindas de partidos políticos e de diversos segmentos da sociedade. Soube ser oposição neste País por mais de 20 anos. Está sabendo, surpreendentemente, ser situação. O povo sabe disso.

Francisco Martonio da Ponte Viana Engenheiro Agrônomo e funcionário do BNB