Luta pela isonomia nos bancos públicos será ampliada

60

A luta pela isonomia de direitos e benefícios entre os funcionários dos bancos públicos foi o tema central do encontro que abriu o quarto dia da 9ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, no dia 30/7. Ampliar a mobilização e envolver os diversos setores da sociedade nesta batalha dos bancários serão as prioridades a partir de agora.


Além de massificar a campanha, os bancários também definiram pela ampliação da luta para além dos bancos públicos federais, com a inclusão dos estaduais e dos federalizados.


No próximo dia 14/8, a Contraf-CUT vai entregar o abaixo-assinado para o Congresso Nacional. Até lá, os sindicatos devem intensificar a coleta de assinaturas. No dia seguinte, os bancários vão fazer uma vigília para cobrar o apoio de todos os deputados da Comissão de Trabalho. Um Dia Nacional de Lutas também será realizado, ainda sem data definida.


Além disso, os sindicatos e federações filiados à Contraf vão levar o debate para diversas esferas de governo, principalmente em Câmaras Municipais e Assembléias Legislativas dos Estados.


O Encontro sobre Isonomia é resultado da campanha lançada pela Contraf-CUT em 17/4 e que visa pressionar o Congresso Nacional para aprovar o projeto de lei 6.295/05.