Mais de 72 mil empregados da Caixa conquistaram deltas

18


Os empregados da Caixa Econômica Federal tiveram creditados no dia 20/2, retroativos a janeiro, os reajustes da promoção por mérito. Conquista renovada ano após ano, desde a campanha salarial de 2007, os deltas agregaram aumento de cerca de 2,34% nas remunerações do Plano de Cargos e Salários.


De 87.635 trabalhadores do banco (em 31/12/2017), 83.985 eram promovivéis. Desses, 12.596 (15%) receberam dois deltas, representando reajuste de pouco mais de 6%. Outros 59.532 (70,9%) conquistaram um delta, o que significa aumento salarial de 3,24%. E 11.857 (14,1%) não alcançaram promoção.


As regras da promoção por mérito 2017, com reflexos neste ano, foi assegurada no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2016-2018. Ela previa pontuação final de até 70 pontos, resultante do somatório dos pontos nos critérios Frequência ao Trabalho, PCMSO, Horas de Capacitação, Iniciativas de Autodesenvolvimento e Indicação de Empregado na Unidade.


“A promoção por mérito só veio após um longo período de negociação. Foi restabelecida em 2008, depois de mais de 15 anos de sonegação desse direito. Por isso, nossa mobilização é fundamental para que seja mantida”
Marcos Saraiva, diretor do Sindicato e da Fenae