Medidas paliativas não são suficientes para melhorar condições de trabalho

18

As condições de trabalho continuam preocupando os trabalhadores da Caixa Econômica Federal. No entanto, os empregados e clientes da agência Terra da Luz da Caixa, localizada no bairro Dionísio Torres, tiveram um pouco mais de alívio com a instalação de aparelhos de ar condicionado splits. Segundo uma bancária da agência, essa foi a medida paliativa que o banco tomou após inúmeras reclamações pela falta de ar condicionado na agência. “Não está o ideal, mas não está aquele calor insuportável que era antes”, disse a bancária.


O diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará, Sancho de Carvalho, avalia que a medida da Caixa é resultado de intensa mobilização do SEEB/CE e dos empregados do banco para cobrar melhores condições de trabalho. Mas ele lembra que ainda é necessário o banco tomar medidas efetivas. “Essa questão de climatização está sendo levada para fóruns e o Sindicato está lutando para que a Caixa melhore as condições de trabalho”.


Segundo a bancária, um Caixa havia prometido há mais de mês que tomaria medidas para consertar os problemas na central de refrigeração da agência para instalação de aparelhos mais adequados, porém, até agora, não cumpriu com o acordo. A bancária também informou que os problemas de superlotação na agência ainda permanecem. A demanda do número de clientes acaba sempre maior para o número de funcionários.

AGÊNCIAS MICRO-ONDAS – Os problemas com ar condicionado e condições de trabalho já foram motivos para atos organizados pelo Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE). Em março, o Sindicato realizou uma paralisação de uma hora em protesto pela falta de ar condicionado na agência Terra da Luz, que, na época, já estava há quatro meses no calor. Clientes e funcionários sofriam com o calor e a superlotação, o que acarretavam várias doenças, tais como dor de cabeça e problemas respiratórios.


Não é só a agência Terra da Luz da Caixa que sofre com problemas de refrigeração e superlotação. Foi ao som de marchinhas de carnaval que o Sindicato realizou também uma manifestação de protesto, em maio, contra os problemas no ar condicionado e superlotação da agência da Caixa, em Messejana. No dia do ato, muitas pessoas, inclusive idosos, esperavam em pé por atendimento e os caixas sofriam com o grande número de clientes e com o calor insuportável.


O Sindicato dos Bancários alerta que, caso os empregados passem por problemas nas suas unidades, relativos à falta de estrutura, devem denunciar o fato a dirigentes sindicais para que possam tomar as devidas providências junto aos órgãos cabíveis. O telefone do Sindicato para denúncias ou informações é (85) 3252 4266.