Ministério Público convoca nova audiência com a Caixa para tratar de contratações

6


O procurador Carlos Eduardo Brisolla, da Procuradoria Regional do Trabalho da 10ª Regional, marcou nova audiência com a Caixa Econômica Federal e a Contraf/CUT para tratar de contratações de novos empregados. A reunião foi agendada para o dia 21 de janeiro do próximo ano, às 15h30, em Brasília (DF).


Na quinta-feira (10/12), Brisolla se reuniu com líderes dos aprovados no concurso de 2014, e deu prazo de 20 dias para o banco apresentar a relação dos convocados e admitidos até agora, especificada por polo, bem como o número de vacâncias, considerando aposentadorias e outras causas, também discriminadas por polos. Os representantes dos concursados denunciaram que as convocações estão suspensas e solicitaram a intervenção urgente do MPT.


Na primeira audiência realizada pelo Ministério Público do Trabalho para tratar do andamento das contratações na Caixa, realizada em 5 de novembro, com a participação de representantes da empresa e da Contraf-CUT, o procurador Brisolla estabeleceu um prazo de 20 dias para a Caixa apresentar cronograma de contratação dos aprovados no concurso público realizado em 2014 ou estudo em que dimensionasse as admissões a serem feitas até dezembro deste ano, como prevê a cláusula 50 do ACT 2014/2015, ou até junho de 2016, quando termina a validade do certame.


O banco respondeu a solicitação do MPT, no dia 23 de novembro, alegando que a convocação dos aprovados estava ocorrendo de acordo com a disponibilidade orçamentária e necessidades estratégicas.


A coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa), Fabiana Matheus, reforça que diante da intransigência da Caixa, mesmo após a intervenção do Ministério Público do Trabalho, é preciso ampliar a luta e a mobilização. Uma das ações desenvolvidas pelas entidades sindicais e os concursados é a coleta de 100 mil assinaturas no abaixo-assinado até o final de janeiro, buscando o apoio dos clientes e da população em geral.


#MaisEmpreagadosJá – Em 2014, a Caixa realizou um dos maiores concursos públicos da história. Foram quase 1,2 milhão de inscritos, dos quais 32.879 foram aprovados. Até o momento, apenas 3.182 foram convocados (9,67% do total) e apenas 2.482 admitidos (7,54% do total).