Mobilização é recebida com truculência no BB

18


Truculência, arrogância, intimidação e prática antissindical. Tudo isso foi praticado de uma vez só pelo gerente da agência Distrito Industrial do Banco do Brasil, em Maracanaú, no dia 17/9, ao ameaçar os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará, inclusive de chamar a polícia, durante mobilização e encenação da peça teatral referente à Campanha 2014. Criou-se um clima de constrangimento, mas os dirigentes avisaram “isso não nos intimida, vamos continuar a mobilização”. A apresentação da peça prosseguiu e arrancou aplausos.  O gerente regional da GEPES do Banco do Brasil, questionado pelo presidente do SEEB/CE, Carlos Eduardo Bezerra, disse que essa não é posição do banco, de restringir manifestação da entidade.