Mobilização garante pequenos avanços e mostra necessidade de continuar a luta

39

A mobilização realizada pela Contraf-CUT/CNFBNB e Sindicatos dos Bancários com BNB na base conquistaram pequenos avanços na luta pelos direitos dos trabalhadores. No último dia 28/6, a Direção do Banco do Nordeste anunciou a suspensão das prestações dos empréstimos de férias e CDC, nos próximos meses de julho, agosto e setembro, ressaltando ser um “atendimento à solicitação das entidades representativas da classe bancária”.


O DIA DO VERMELHO promovido no Ceará em todas as agências de Fortaleza, nos meses de abril, maio e junho e ainda na sede Administrativa do Banco, no Passaré, dia 22/6, ocorreu também em outras agências do BNB de capitais nordestinas. As paralisações parciais promovidas por ocasião dessas mobilizações certamente contribuíram para a decisão favorável do Banco aos pleitos da Contraf-CUT/CNFBNB.


“Mas o conquistado é muito pouco, quase nada, diante do rol de reivindicações e demandas do funcionalismo que há anos vêm sendo postergadas”, afirma o diretor do SEEB/CE, Tomaz de Aquino. Ele elenca a revisão do PCR, resolução dos passivos trabalhistas, isonomia para os admitidos a partir do ano de 2000, novo Plano de Funções, revisão do Plano BD da Capef, custeio da Camed sob responsabilidade do Banco, fim do assédio moral e da extrapolação da jornada de trabalho como pendências que precisam ser tratadas com maior respeito pela Diretoria Administrativa da Instituição.


Tomaz reforça a cobrança do retorno à mesa permanente de negociação que apresente resultados concretos e diz que o funcionalismo não engole mais a enrolação que vinha sendo praticada pelo Banco nas rodadas de negociação, principalmente em período mais recente em que houve mudanças na Diretoria Administrativa da empresa.


E avisa: novo movimento está sendo planejado pela Contraf-CUT/CNFBNB e Sindicatos visando desatar o nó das negociações, pois a campanha salarial que já se avizinha exige engajamento de todos na luta por novos direitos e conquistas.


Tomaz acrescenta que logo após a realização dos Congressos dos Bancos Federais e das Conferências Regional e Nacional, a ocorrerem durante o mês de julho, a Contraf-CUT/CNFBNB, junto com os Sindicatos da base, retomará o calendário de reuniões nos blocos do Passaré e agências do BNB em toda a região, com novas paralisações. AGOSTO PARA LUTAR será o mote das novas mobilizações programadas para o BNB.