Mostra individual “Difuso” inspirada em formas e técnicas

6


Arte oriunda de experimentos técnicos foi o caminho percorrido por Túlio Paracampos em sua mostra individual “Difuso”, aberta até o dia 28 de fevereiro, no Espaço Cultural dos Correios. Com duas dezenas de obras, criadas entre 2007 e 2013, a exposição reúne pinturas, gravuras e esculturas. Nas palavras do artista e designer cearense, são “experimentos”, todos eles derivados de investigações empreendidas sobre a forma e a técnica.


Em “Difuso”, os elementos plásticos resultam de estudos com composições modulares realizados pelo artista. Com base nas pesquisas da forma e da cor presentes nas representações concretistas, apresentadas através de uma linguagem mínima e simbólica, Túlio propõe uma releitura da mencionada corrente estética.


Trata-se da primeira exposição individual do cearense, artista plástico desde 1995 e designer formado pelo Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura (2003), além de estudante de Arquitetura e Urbanismo na Faculdade Fanor/DeVry. Assim, funciona como espécie de registro do percurso seguido por ele até aqui.


Embora o tempo englobado seja longo (seis anos), as expressões trabalhadas em “Difuso” têm um único foco de estudo. São estudos que partiram da investigação sobre tratados reguladores. Esses estudos gráficos – entre desenhos e definições técnicas – deram origem à produção de módulos tridimensionais, que correspondem à primeira fase dessa produção.


Em um segundo momento, a partir de 2008 e 2009, o artista começou a trabalhar os módulos em representações planas, com técnicas de aquarela e pintura. Assim, segundo Túlio, embora os estudos da forma continuassem a ser utilizados (por meio dos módulos de composição), as novas técnicas levaram gradualmente a uma diluição da rigidez da forma – através de camadas sucessivas e translúcidas, variação de proporção, cor, intensidade e textura visual.


Na exposição há ainda experimentos em papel que revelam o processo de construção das imagens, “como se fosse uma maquete”, explica Túlio. A própria comparação feita pelo artista revela a influência de sua formação em design e arquitetura no seu trabalho. “É algo que está muito representado”, complementa.


Serviço:
Exposição “Difuso” aberta até 28/02, no Espaço Cultural Correios

(R. Senador Alencar, 38, Centro).

Horário de visitação: das 8h às 17 horas (segunda a sexta-feira) e das 8h às 12h (sábados). Entrada gratuita.

Contato: (85) 3255.7262