Movimento sindical entrega carta contra demissões a ministro

62

Os presidentes da Contraf-CUT, Vagner Freitas, e do SEEB/SP, Luiz Cláudio Marcolino, entregaram ao ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, carta sobre as fusões entre os bancos Barclays e ABN Amro. O documento foi entregue dia 24/4.


O texto solicita “apoio do governo brasileiro, no sentido de abrir negociações com as direções dos bancos envolvidos, bem como, na construção de um acordo de trabalho que garanta ou estabeleça mecanismos de proteção ao emprego no banco Real ABN AMRO”. Após receber a carta, o ministro se comprometeu a ajudar a construir um acordo junto ao banco que preserve os direitos dos trabalhadores.


Segundo a carta, a preocupação dos trabalhadores é sobre o futuro do banco e de seus empregos. “Não é possível admitir a recusa dos bancos em receber os representantes dos trabalhadores para debater políticas que evitem demissões…”. “O banco até o momento não demonstra disposição para negociações, que são fundamentais para nós trabalhadores”, afirma o coordenador da COE ABN Real na Contraf-CUT, Marcelo Gonçalves.