Muda direção da Caixa e Sindicato espera maior transparência

36

O Ministério da Fazenda anunciou na quinta-feira, dia 24/3, a saída de Maria Fernanda Coelho da presidência da Caixa Econômica Federal e confirmou o nome de Jorge Hereda, antes vice-presidente, como o substituto. O Sindicato dos Bancários do Ceará se posiciona e reforça a necessidade de apurar as responsabilidades pertinentes às negociações entre a Caixa e o banco Panamericano.


“A presidente está saindo e não está deixando nenhum legado para os empregados da Caixa nem para a sociedade brasileira. A Caixa é uma entidade com 150 anos de existência e possui respeito entre os brasileiros. Tanto os empregados como a sociedade precisam ter as informações sobre a transação financeira feita no banco Panamericano, do grupo Silvio Santos”, afirma Marcos Saraiva, diretor do Sindicato.


O Sindicato lembra que em 2009 a categoria organizou uma intensa mobilização junto aos empregados da Caixa do Ceará a favor da saída da então presidente Maria Fernanda. Na ocasião, era argumentado a falta de preparo da presidente em relação ao processo de negociação com os empregados.


Quanto ao substituto, Jorge Hereda, o Sindicato espera que a nova gestão atue com muita transparência, seja aberta às negociações com os trabalhadores e que a Comissão de Empresa possa ter, de forma efetiva, um espaço de discussão mais amplo. “Assim se constroi uma democracia e vamos construir ganhos para todas as partes, inclusive, para o maior interessado que é a nossa sociedade”, afirma o diretor Marcos Saraiva.