Na contramão, BB vai ampliar correspondentes móveis de 2 para 100 este ano

11

O Banco do Brasil planeja ampliar de duas para cem as unidades móveis do banco em 2012. Os correspondentes bancários são montados em furgões, onde os clientes podem sacar, depositar, receber benefícios, abrir contas e solicitar cartão de crédito, entre outras transações.


Já na semana passada, o BB começou a colocar em circulação seis novas unidades. Quatro delas vão para São Paulo, para atender às regiões Sudeste e Sul. Bahia e Distrito Federal receberão, cada um, uma unidade para cobrir as regiões Nordeste e Centro-Oeste. As novas unidades vão possibilitar ao banco ampliar a rede de atendimento, especialmente nos locais onde não possui agências nem pontos de atendimento.


Para a Contraf-CUT, a iniciativa do BB está na contramão. O banco deveria abrir agências e postos de atendimento para garantir inclusão bancária para todos os brasileiros, sem discriminação e sem precarização. Os veículos também servem para oferecer serviços bancários em situações de catástrofes climáticas ou de grandes demandas sazonais.

Em calamidades – O primeiro correspondente móvel foi usado em São Luiz do Paraitinga (SP), no Estado de Pernambuco e na região serrana do Rio de Janeiro depois de serem atingidos por fortes chuvas. A outra unidade foi construída para atender Niterói (RJ).