Negociação com a direção é adiada para o dia 30/11

18

A retomada da negociação permanente com o Bradesco, agendada para o, dia 23/11, foi adiada em uma semana. A reunião entre o banco e a Contraf-CUT ficou marcada para o dia 30 de novembro, às 15h, na sede do Bradesco, em Osasco. A Contraf-CUT enviou um ofício ao diretor de Recursos Humanos do Bradesco, José Luiz Bueno, pedindo a inclusão do tema “terceirização” na pauta de reivindicações dos bancários.

“Desta forma, a pauta total para negociação dos bancários do Bradesco inclui o curso Treinet, a segurança nos locais de trabalho, Plano de Saúde, PCS, metas, PLR, isonomia entre os funcionários dos bancos incorporados e o fim da terceirização”, enumerou Carlindo Abelha, secretário de Organização do Ramo Financeiro da Contraf-CUT.

Reunião da coordenação da COE – A coordenação da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco reuniu-se dia 21/11, para debater a pauta de reivindicações e se preparar para as negociações. Segundo Telmo Nunes, diretor do Sindicato dos Bancários, a coordenação destacou os pontos prioritários da pauta a ser debatida com o banco. “É fundamental para os funcionários a melhoria da PLR, o fim das terceirizações e das metas exacerbadas e os critérios para o Curso de Treinet”, destacou Telmo.