Negociações adiadas para o dia 21/8

20

Em virtude do Dia Nacional de Luta, convocado pela CUT para o dia 15/8, a primeira rodada de negociação entre os financiários e a Fenacrefi foi adiada. Ela estava marcada para o dia 14/8 e a nova data foi confirmada para o dia 21/8, às 10h30, na sede da Fenacrefi. Um dia antes, às14h, os representantes dos trabalhadores fazem uma reunião preparatória na nova sede Contraf-CUT.


A minuta dos funcionários das financeiras foi entregue pela Contraf-CUT aos representantes da federação patronal no dia 13/7. Entre as reivindicações estão o aumento real de salários, a unificação da data-base, PLR e garantia de emprego. A pauta dos financiários tem 91 artigos.


“Esperamos que haja bom senso por parte da Fenacrefi e seriedade nas negociações com a Contraf-CUT. Nossas reivindicações são justas e necessárias e as empresas têm todas as condições de atender”, comentou Sérgio Siqueira.


Dentre as principais reivindicações dos financiários estão: aumento real de salários;


14º salário no mês da celebração do acordo; proteção salarial; PLR entre 5% e 15% do lucro líquido da financeira; unificação da data-base; adicional por tempo de serviço (anuênio de 2%); hora-extra; auxílio-refeição de R$ 15,12; Cesta-alimentação de R$ 238,40, auxílio creche/babá; jornada de 25 horas semanais, entre outras.