Novo cálculo é de R$ 625,00

26

Novas projeções apresentadas pelo governo ao Congresso Nacional segunda, dia 21/11, demonstraram o novo valor do salário mínimo: R$625. Inicialmente, os cálculos indicavam que o valor subiria de R$ 545,00 para R$ 620,00.


A explicação para o novo aumento está na previsão mais otimista do Governo, no momento da apresentação do Orçamento de 2012, do que os analistas de mercado para a variação do Indíce Nacional dos Preços ao Consumidor (INPC).


Desde o segundo governo Lula, os reajustes anuais do mínimo têm seguido uma fórmula que combina o INPC acumulado desde o aumento anterior e o crescimento da economia dois últimos anos. Conforme lei aprovada no início do ano, essa metodologia será seguida, pelo menos, até 2015. Assim, o reajuste programado para janeiro significará o maior ganho real – acima da inflação – desde a adoção da fórmula.


As estimativas atuais para a inflação e a variação do PIB apontam um novo salário mínimo de exatos R$ 622,73, contra uma projeção anterior de R$ 619,21. Porém, visando facilitar os saques eletrônicos, têm sido fixados valores múltiplos de R$ 5,00 para o mínimo. A legislação estabelece que o arredondamento deve ser sempre para cima.


Cada R$ 1,00 a mais no salário mínimo gera um acréscimo nos custos de R$ 300 milhões ao ano. A elevação do novo cálculo será de R$ 1,5 bilhão com gastos em benefícios previdenciários e assistenciais, além de seguro-desemprego e abono salarial.