ONDA DE DEMISSÕES PELO PAÍS PREOCUPA FUNCIONÁRIOS

20


Apesar do lucro de R$ 25 bilhões em 2018, o Itaú vem implementando uma nova onda de demissões que está aterrorizando bancários por todo o país. Além de agravar os índices de desemprego, já altíssimos, as demissões afetam os funcionários que permanecem na instituição financeira, pois esses ficam sobrecarregados, assim como os clientes, que sofrem com a piora do atendimento.


Há casos de até 30 demissões em um só dia, por exemplo. Enquanto isso, os funcionários e clientes vivem um verdadeiro caos, com a precarização do ambiente de trabalho e do atendimento.


O Sindicato dos Bancários do Ceará está alerta e convoca todos os funcionários do Itaú a seguirem mobilizados e a denunciarem qualquer irregularidade ou abuso à entidade. O clima nas agências é de apreensão com as dispensas causadas pela imposição de metas absurdas que crescem a cada ano.  As demissões têm gerado ainda vários casos de acúmulo de funções, que também devem ser denunciados ao Sindicato.


“Nada justifica essa onda de demissões no Itaú. Mesmo com lucro exorbitante, o banco tem fechado agências e demitido trabalhadores, elevando a pressão, a sobrecarga de trabalho, assédio moral e o acúmulo de funções para quem continua na agência. Isso só demonstra a total falta de responsabilidade social do maior banco privado do país. Por isso, bancário, qualquer irregularidade, denuncie ao Sindicato para que possamos tomar as medidas cabíveis”
Ribamar Pacheco, diretor do Sindicato e representante da Fetrafi/NE na COE Itaú