PAC vai gerar riqueza, trabalho e superar desequilíbrios regionais

24

“Os impactos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Ceará e no Nordeste”, foi tema do debate realizado na última segunda-feira, dia 5/2, com o economista José Sydrião de Alencar, superintendente do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (ETENE) do BNB, na sede do Sindicato dos Bancários. O evento foi promovido pelo gabinete do deputado federal José Guimarães (PT/CE).

Segundo Sydrião Alencar, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) marca o início de uma nova etapa do desenvolvimento do País e inova ao estabelecer a distribuição regional dos investimentos. “O PAC mudou a agenda deste País, que antes só falava em inflação e hoje discute crescimento, desenvolvimento”, disse, lembrando que o Brasil estava quase falido. “Hoje, depois de quatro anos do governo Lula temos liquidez, as finanças públicas saneadas”, completou.

O deputado José Guimarães, presente ao debate, falou da importância do tema promovido pelo seu mandato. Segundo o parlamentar, a idéia do seu gabinete é fomentar debate de temas relevantes para o Estado, principalmente os que estão sendo apreciados no Congresso Nacional. “Permanentemente, todas as segundas-feiras, estaremos reunidos para discutir temas nacionais, estaduais e municipais relevantes”, anunciou.

Investimentos – O economista destacou os R$ 503,9 bilhões previstos no PAC para os próximos quatro anos, sendo que R$ 323,4 bilhões, ou 64% do total serão destinados a projetos regio-nais em transportes, saneamento, habitação e energia. São recursos que vão permitir a superação de desequilíbrios sociais e econômicos entre as regiões do Brasil, com a geração de riqueza e trabalho para a população dessas localidades.

Projetos – As obras serão viabilizadas com recursos do Orçamento Geral da União, estatais, financiamentos públicos e investimentos privados. Um dos projetos contemplados pelo programa é a construção da ferrovia Nova Transnordestina que vai ligar Eliseu Martins (PI) ao Porto do Pecém, no Ceará.