PARA PRESIDENTE DO BB, INSTITUIÇÃO ESTARIA MELHOR NO SETOR PRIVADO

46


O presidente do BB, Rubem Novaes, defendeu dia 15/3 a privatização das principais empresas estatais, incluindo o próprio BB, a CEF e a Petrobrás, mas ressaltou que “não se cogita” no governo a desestatização dessas companhias atualmente. “Minha conclusão é que se o BB fosse privado, ele seria muito mais eficiente, teria melhor retorno e poderia alcançar todos os objetivos que hoje alcança”, afirmou Novaes, em palestra durante o seminário “A Nova Economia Liberal”, na Fundação Getúlio Vargas (FGV) do Rio. Ele completa: “estou convencido de que o BB estaria bem melhor e deveria ser privatizado. O presidente do BB comemorou ainda o fato de as ideias econômicas liberais estarem ganhando espaço em Brasília: “está havendo um apoio crescente das ideias liberais e agora a gente vai precisar muito desse apoio para avançar nas privatizações, no meu caso específico, do setor bancário”, disse Novaes.