Pele bronzeada e saudável são as dicas para este verão

47

Sinônimo de sol, praia e calor, o verão é a época ideal para pegar aquela corzinha e ficar com a aparência mais saudável. Porém, isso exige muitos cuidados e atenção redobrada à saúde da pele. Expor-se aos raios solares sem proteção fica terminantemente proibido!


Além da exposição descontrolada ao sol, para piorar, as pessoas besuntam o corpo de bronzeadores para acelerar o processo de “queimar” a pele. Médicos alertam que esses produtos nunca devem ser utilizados, pois captam com maior intensidade as radiações ultravioleta, uma das responsáveis pelo aumento da incidência de câncer de pele. São indicados apenas os protetores e bloqueadores. Ainda assim, tomando cuidado com o horário de exposição ao sol.


O ideal é que a pessoa chegue na praia antes das 10 horas ou apenas depois das 16 horas, utilizando o protetor de fator 15 ou 20. Depois que a pele se acostumar, pode ser usado o fator 8 ou 10. As pessoas de pele clara, mais sujeitas ao desenvolvimento do câncer de pele, devem usar produtos com, no mínimo, fator de proteção 30. Ao contrário do que muita gente imagina, os protetores não impedem o bronzeamento, pelo contrário, permitem que ele apenas seja mais seguro e duradouro.


Atenção redobrada com as crianças – O verão exige cuidados redobrados com as crianças. Na praia ou em clubes, elas devem usar bonés e bloqueadores, com fator de proteção 50 ou 60. As crianças devem ser bem hidratadas e nunca deixadas sob o sol após as 10 horas, pois são mais propensas à insolações e queimaduras. No verão, pais e mães devem observar a criança com cuidado, garantindo que ela tome líquido enquanto estiver exposta ao sol.


Não podemos esquecer que os efeitos dos raios ultravioletas são cumulativos, ou seja, os resultados podem não aparecer agora, mas certamente darão o seu recado daqui a algum tempo em forma de manchas, rugas e até câncer de pele. Por isso, a prevenção é sempre o mais aconselhável.