Plantão Psicológico garante assistência a bancários vítimas do assédio moral

8


O aumento crescente de doenças psicológicas na categoria bancária tem sido alvo de atenção especial por parte do Sindicato dos Bancários do Ceará que, em novembro de 2013, criou o Plantão Psicológico, com atendimento semanal a bancários feito por profissionais contratados, na própria sede do Sindicato. A procura tem sido intensa, tanto que os quatro horários de atendimento às quintas-feiras são preenchidos semanalmente.  Esse serviço tem tendência de aumentar e abrir mais um dia na semana.


A ideia do Plantão Psicológico surgiu exatamente para suprir essa necessidade apontada pela categoria com prioridade para os bancários. Eles trouxeram muitas informações ao Sindicato, denunciando os abusos de assédio moral pelo cumprimento de metas e que isso está adoecendo os bancários psicologicamente. Essas doenças têm origem na bruta cobrança de metas pelos bancos.


Hoje, a cada dia que passa os bancos cobram cada vez mais metas, mais resultados, mais lucro e a consequência disso é o alto índice de adoecimento dos bancários.  Desde a sua criação, o Plantão Psicológico vem ocupando todos os seus quatro horários de atendimento, todas as quintas-feiras: agenda sempre cheia.  Os atendimentos do Plantão podem ser agendados pelo telefone (85) 3252 4266.


O assédio moral tem sido uma mazela provocada pela cobrança de metas e a cada dia os bancos ficam mais aguerridos no sentido de aumentar seus lucros. Temos ouvido denúncias que os gestores cobram metas a cada uma hora, pessoalmente e até por telefone. Além do gerente, todos os funcionários da agência, inclusive os caixas, têm de vender.


==========================


“O bancário não tem que ter medo, até porque seus nomes são mantidos em sigilo. Se ele está

doente, tem de vir e agendar uma hora no Plantão e procurar fazer seu tratamento. O bancário tem que procurar o Sindicato, para que possa ter essa assistência do ponto de vista psicológico”
Eugênio Silva, secretário de Saúde do SEEB/CE