Plebiscito consulta sobre novo Plano de Funções e revisão do PCR

21

A Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT) realiza no próximo dia 1º/6 um plebiscito com o funcionalismo do banco para consultar sobre a proposta do novo Plano de Função e Comissões e da proposta de revisão do PCR. Até lá, os sindicatos vão realizar, em suas respectivas bases, uma série de debates nas unidades para apresentar aos funcionários as duas propostas apresentadas.


No Ceará, as reuniões nos ambientes da sede administrativa do Passaré acontecem durante esta semana, em seguida serão realizadas as visitas às agências.


No último dia 6/4, no Passaré, a Superintendência de Desenvolvimento Humano do BNB apresentou aos membros da Comissão Nacional as propostas de revisão do PCR e do novo Plano de Funções em Comissão (PFC). De acordo com a proposta, as funções da Direção Geral e Agências terão valores estabelecidos conforme a complexidade de suas atribuições, cujas especificidades estão distribuídas nos espaços de caráter operacional, tático e estratégico. Esse modelo permite que funções de agências sejam não apenas iguais, mas até superiores a funções da Direção Geral, dependendo de sua característica ser operacional, tática ou estratégica, avalia o consultor Luiz Antonio de Almeida, responsável pela elaboração das propostas de revisão do PCR e novo PFC.


Os representantes do banco informaram que a implantação do novo PFC produzirá impacto na folha de pagamento da ordem de 10%, que já estaria sendo negociado pelo DEST, órgão do Ministério do Planejamento. Mas a aprovação terá que tramitar pela Diretoria e Conselho de Administração do banco, Ministério da Fazenda e, por último, DEST.


O coordenador da CNFBNB/Contraf-CUT, Tomaz de Aquino, lembra que o compromisso do banco em implantar o novo PFC a partir de 1º/7/2009 precisa ser mantido, independentemente da tramitação, ainda que para isso o banco tenha que garantir o prazo em caráter de retroatividade.