Plenária de beneficiários da ação de equiparação aprova encaminhamentos para pressionar BNB a negociar

6


Cerca de 200 participantes da plenária realizada na última sexta-feira, 21/3, na sede do Sindicato dos Bancários do Ceará, após os esclarecimentos sobre os novos cálculos e a tramitação do processo na Justiça do Trabalho, aprovaram por unanimidade os seguintes encaminhamentos para pressionar a direção do BNB a negociar um acordo sobre a ação de equiparação:


Audiência de Conciliação – Solicitar à juíza marcar mais uma audiência de conciliação, como último passo antes de iniciar o processo de liquidação da ação. O objetivo é pressionar o Banco a apresentar proposta de acordo com base nos novos cálculos elaborados seguindo metodologia acertada em audiência realizada na Justiça no dia 29/8/2013. Na última quinta-feira, 20/3, a direção do BNB desmarcou negociação que estava agendada para a sexta-feira, 21/3, às 11h, alegando que sua equipe técnica ainda não havia concluído a conferência dos cálculos, solicitando, para isso, mais um prazo, até 31/3 próximo para concluir esse trabalho. Foi a segunda reunião desmarcada pelo Banco em 15 dias.


Manifestação – Realizada dia 31 de março, às 9h da manhã, uma manifestação com os beneficiários da ação e seus familiares, parlamentares, sindicalistas etc. na Praça da Imprensa (em frente ao Canal 10), denunciando publicamente a situação, inclusive as mortes de aposentados que já ocorreram nesses 23 anos de tramitação da ação.


Abaixo-Assinado – Grande quantidade de benefi-ciários da ação de equiparação compõe o universo dos aposentados e aposentáveis pelo INSS até o final deste ano, enquadrando-se como elegíveis ao Programa de Incentivo ao Desligamento (PID) promovido pelo BNB. Esse programa vem obtendo baixa adesão por não contemplar uma solução previdenciária digna e, no campo financeiro, constituiu-se de pouca atratividade. Os beneficiários da ação que podem aderir ao PID vislumbram, com a realização de um acordo, um reforço financeiro que lhes estimularia a decidir sobre a fruição de sua aposentadoria, desde que o incentivo do PID viesse ao mesmo tempo do pagamento do passivo da equiparação. Assim entendendo, propõem ao Sindicato apoiar a realização de um abaixo-assinado que visa reivindicar ao Banco a prorrogação do prazo de adesão ao PID até que seja firmado acordo para quitação da ação de equiparação.


==========
“O Sindicato sempre apostou num canal de negociação e na elaboração de uma proposta que fosse satisfatória para ambas as partes. Entretanto, não podemos viver só de promessas do Banco sem nenhuma posição concreta. Nossa mobilização continua sendo o caminho para assegurar nossos direitos”, Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará