População dá apoio aos bancários na campanha salarial 2007

58

Os “arrastões de mobilização da categoria”, promovidos pelo Sindicato dos Bancários, constataram uma realidade cruel – faltam funcionários nas agências bancárias locais. Isso porque as unidades visitadas estavam lotadas, poucos caixas para atendimento e muitas reclamações. Na semana passada, os dirigentes da entidade visitaram as unidades do Conjunto Ceará, da Parangaba e da Av. Francisco Sá e, na Região Metropolitana, os bairros Centro e Jurema, no município de Caucaia.


Foram visitadas agências de bancos públicos e privados. As mobilizações contaram com apoio dos bancários e da população. As principais reclamações nas unidades visitadas eram a longa espera nas filas, devido os poucos caixas, como no próprio auto-atendimento. Os bancos adotaram o uso do auto-atendimento, ou seja, das máquinas, como forma de diminuir o número de bancários e isso piorou em muito o atendimento à população.


A média de espera nas unidades era de 40 minutos. O Sindicato luta pelo cumprimento da lei estadual das filas, que limita o tempo da espera em trinta minutos em dias de pico e quinze minutos em dias normais. Em suas falações, os diretores do Sindicato enfatizaram a luta pelo elastecimento do atendimento bancário das 9 às 17 horas e lembraram que a clientela deve denunciar o não cumprimento da lei aos órgãos de defesa do consumidor.