Prática de assédio moral culmina com demissão de bancário

22

O gerentre de atendimento Adonias Costa (à direita), foi demitido na última quinta-feira, dia 22/3O Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE) vem desenvolvendo um acompanhamento sistemático sobre denúncias de prática de assédio moral, que infelizmente está sendo disseminada na categoria. No dia, 6/3, o Sindicato esteve presente à agência do Santander Banespa Aldeota para apurar denúncias de práticas de assédio moral que estariam ocorrendo na agência, onde as mesmas estariam sendo praticadas pela gerente geral do banco.

Na ocasião, ela negou que estivesse agindo conforme o que os funcionários vinham denunciando. Porém, o que se viu nas semanas seguintes foi a constatação desta prática ilícita, cometida por aquela que devia primar pela relação saudável entre os colaboradores do banco. Ou seja, os bancários (as), que continuaram denunciando os maus-tratos praticados por ela.

A gerente demonstra não ter o mínimo de equilíbrio emocional necessário para um bom relacionamento interpessoal. Ela demitiu, sem nenhum motivo aparente, o gerente de atendimento, Adonias Costa, funcionário há 21 anos. O gerente de atendimento não tinha nenhuma falta que desabonasse a sua conduta profissional. Ficou caracterizado que isso se trata de uma retaliação a um administrador do banco que se opunha à forma truculenta na qual a gerente geral se reporta ao quadro funcional da agência.

O diretor do SEEB/CE e vice-presidente do Fetec/Ne, Ribamar Pacheco, que vem acompanhando o caso, afirma não crer que esta prática, até então realizada pela gerente, seja uma orientação da área de recursos humanos do banco. “Quero aqui externar meu repúdio e tranqüilizar os companheiros e companheiras do Santander Banespa que iremos percorrer todas as instâncias para denunciar essa prática abusiva, cometida por essa gerente”, enfatizou ele.