Presidente do BNB recebe pauta de reivindicações dos funcionários e assume compromisso

27

A Contraf-CUT, com assessoria da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, entregou na sede administrativa do Banco do Nordeste do Brasil, em Fortaleza, nesta quarta-feira, dia 17/8, a pauta específica de reivindicações do funcionalismo do Banco, construída durante o XVII Congresso Nacional dos Funcionários do BNB, dias 9 e 10/7, em Itamaracá (PE). O documento foi entregue ao presidente do Banco, Jurandir Santiago, na presença da superintendente de Desenvolvimento Humano, Eliane Brasil, e do diretor de Gestão do Desenvolvimento, José Sydrião de Alencar.


Representando a Contraf-CUT, o secretário de Organização, Miguel Pereira, fez um breve resgate da história de luta da categoria bancária e ressaltou a importância do BNB no desenvolvimento do Nordeste. “Nós temos dois interesses: defender o trabalhador e prezar também pela defesa do patrimônio público e o BNB tem um papel extraordinário de políticas públicas para as comunidades, voltado para o social e isso é muito importante para a região”, avalia. Miguel enfatizou ainda que todas as pautas específicas serão negociadas tendo como carro-chefe o conceito do trabalho decente. “Nossa expectativa é que possamos negociar da melhor forma possível tendo como saldo um acordo satisfatório para os trabalhadores”.


O coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, Tomaz de Aquino, destacou algumas das 76 cláusulas que devem ser prioritárias na mesa de negociação: isonomia, terceirização x convocação dos concursados, Capef, Camed, revisão do PCR, assédio moral e passivos trabalhistas. “Como representantes dos funcionários, estamos aqui para enfatizar mais uma vez nossa disponibilidade para o diálogo, respeitando o processo negocial, mas sempre firme na defesa dos interesses dos trabalhadores do Banco”, afirmou Tomaz, para concluir: “esperamos que o lucro de R$ 300,7 milhões no primeiro semestre, atingido com o esforço coletivo da administração e do funcionalismo, seja levado em consideração na hora do atendimento das justas reivindicações do corpo funcional”.


O presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, ressaltou a importância do diálogo para a construção de um acordo aditivo satisfatório. “A nossa expectativa é que essa nova administração respeite os direitos dos trabalhadores e saiba administrar os conflitos naturais da relação capital x trabalho”.


O presidente do BNB, Jurandir Santiago, comprometeu-se com o diálogo e o reconhecimento das entidades sindicais e enfatizou sua disposição em colaborar com o bom andamento das negociações.

Confira as principais reivindicações dos funcionários do BNB

BENEFÍCIOS

Licença-prêmio; Isonomia de tratamento; Financiamento habitacional; Licença-paternidade;

PLR linear

PREVIDÊNCIA

Revisão do Plano BD; Democratização da Capef; Aporte de recursos para a Capef

SAÚDE

Plano de custeio da Camed; Programa de Assistência Social; Fundo Especial de Custeio à Saúde;

FUNCIONAIS

Isonomia entre funções; Concorrência e transferência; Incorporação de função; Transporte de numerário; Plano de Funções; Revisão do PCR

SOCIAIS

Adicional de insalubridade; Ausências legais; Complementação Auxílio-doença;

Operacionalização do Credi e Agroamigo.

SINDICAIS

Ausências no período decorrente da greve; Valorização do dirigente sindical; Passivos trabalhistas