PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE SÃO FUNDAMENTAIS PARA A CURA DO CÂNCER DE PRÓSTATA

46


De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, 42 homens morrem todos os dias no Brasil vítimas de câncer de próstata. Esse é um dos alertas da campanha Novembro Azul, que chama a atenção para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, fundamental para aumentar as chances de cura.


O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor que mais atinge homens no Brasil, atrás apenas do câncer de pele, mesmo assim, muitos pacientes ainda resistem em procurar um médico e fazer os exames preventivos. Segundo especialistas, em cerca de 30% dos casos, a doença só é descoberta em estágio avançado.


O urologista Marcos Flávio Holanda destaca que o principal alerta do Novembro Azul é sobre a importância do homem cuidar de sua saúde de uma maneira geral, com ênfase no câncer de próstata. O médico também enfatiza que, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) já são 85 mil casos registrados no Brasil. “A cada sete minutos, um homem é diagnosticado com câncer de próstata e a cada 40 minutos, um homem morre no Brasil em decorrência do câncer de próstata”, alerta. Ele completa: “quanto ao preconceito por parte de alguns homens, já observamos mudanças positivas em relação a isso. Até existe o preconceito, mas depois da primeira vez que esse homem vai ao médico e vê que é um exame simples, esse preconceito cai por terra”, disse.


“Essa é a importância da prevenção, pois em caso de descoberta na fase inicial da doença, as chances de sucesso no tratamento são superiores a 90%. Em casos mais avançados, onde já são registradas metástases, o tratamento é apenas paliativo, não mais com o objetivo de cura, por isso o diagnóstico precoce é fundamental”, afirmou o urologista.


Dr. Marcos Flávio destaca ainda que, para isso, é importante fazer exames periódicos. Os exames mais importantes são o PSA, de sangue, e o toque retal, feito pelo urologista. Quando se descobre cedo, é possível restabelecer uma qualidade de vida plena. Segundo o médico, o fator hereditário na questão do câncer de próstata também é muito forte. Por isso, para quem não tem nenhum caso na família, é recomendado o exame anual a partir dos 50 anos. Para quem tem algum caso ou homens negros, orienta-se a realização de exames a partir dos 45 anos.


“Além disso, a prevenção pode ser feita através de uma mudança na qualidade de vida, com uma alimentação equilibrada, evitar o cigarro, o consumo excessivo do álcool, prática de atividades físicas, combate ao sobrepeso, entre outras medidas que trazem o bem estar de uma maneira geral”, destacou o médico.