Problemas da CASSI continuam sem solução

100

Os problemas da Cassi continuam sem solução, mesmo depois de firmado o acordo coletivo de trabalho e feito aditivo em negociação específica com o Banco do Brasil. No acordo foi firmado o compromisso pelo Banco do Brasil que deveria apresentar solução aos problemas vivenciados pela Cassi, até dia 31 de dezembro de 2005, conforme a Cláusula 56ª.

A apreensão e a insatisfação dos funcionários do BB é grande, nesse momento em que a Cassi deve apresentar prejuízo no plano de associados, não cumprimento da contribuição de 4,5% para os funcionários e a discussão da revisão do Estatuto e plano de custeio da entidade.

O vice-presidente de Gestão de Pessoas, Luiz Osvaldo, afirmou que “2005 seria o ano da Cassi” e efetivamente não aconteceram mudanças administrativas ou no processo de negociação.

O movimento sindical cobra responsabilidade e coerência da direção do Banco do Brasil no cumprimento do acordo coletivo de trabalho. Organiza também mobilização dos bancários para construção de soluções de longo prazo, visando à manutenção da nossa caixa de assistência.

Os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará estão construindo a mobilização dos bancários. Esse será um dos temas a serem abordados na próxima reunião do Conselho de Usuários da Cassi, que acontecerá na quinta-feira, dia 19/1. Na ocasião será apresentada proposta para o Conselho cobrar do Banco do Brasil o cumprimento do acordo coletivo.